Alimentação na Gravidez

A gravidez é uma fase que se caracteriza por várias alterações a nível metabólico e fisiológico fundamentais para o crescimento e desenvolvimento do feto. É, assim, importante adequar as necessidades nutricionais na gravidez, tendo em conta as recomendações alimentares e nutricionais durante esta etapa.

Fazer uma alimentação saudável durante a gravidez é fundamental para o normal crescimento do feto e para o bem-estar da mãe. A prática de hábitos de vida saudáveis durante a gravidez beneficiam a saúde do bebé e contribuem positivamente para que o mesmo adquira bons hábitos alimentares na sua vida futura. Nesta fase as necessidades energéticas e de nutrientes da mulher são superiores, dependendo do trimestre em que a mesma se encontra.

Desta forma, é fundamental ter uma alimentação nutricionalmente adequada e, se neste momento está grávida ou está a pensar em engravidar, ter acompanhamento nutricional nesta fase é essencial!

Assim sendo, é importante manter um estilo de vida equilibrado e para isso deixamos-lhe o resumo das 10 recomendações da Direção Geral de Saúde, para ter uma alimentação saudável e segura:

  • Manter um peso adequado: ajuste a alimentação às suas necessidades energéticas nesta fase e mantenha-se ativa;
  • Fazer uma alimentação equilibrada, variada e completa: faça várias refeições ao longo do dia e com mais frequência, através da inclusão de todos os grupos alimentares presentes na Roda dos Alimentos;
  • Fazer boas escolhas alimentares: prefira pratos nutritivos, que utilizem métodos de confeção que preservem os nutrientes dos alimentos (ex.: estufados, caldeiradas, etc.) e faça uma leitura correta dos rótulos dos produtos embalados;
  • Criar uma rotina alimentar: na gravidez pode surgir mais apetite e é fundamental que mantenha uma rotina alimentar consistente, de forma a comer bem e a evitar a ingestão excessiva quando apenas passa o dia a “petiscar”;
  • “Comer para dois e não por dois”: nesta fase as necessidades energéticas aumentam ligeiramente (cerca de 500 kcal), e dessa forma deve escolher alimentos ricos em nutrientes, vitaminas e minerais, que promovam a sua saciedade ao longo do dia;
  • Colocar de lado as dietas restritivas: mais do que nunca, este é o momento para manter uma alimentação saudável e equilibrada, sem dietas restritivas ou limitação de alimentos sem justificação válida pelo profissional de saúde que a acompanha;
  • Beber água: para ter uma gravidez saudável, é fundamental que faça uma boa hidratação, por isso, deve beber, pelo menos, 8 a 10 copos de água por dia! 
  • Limitar a cafeína, excluir o álcool e o tabaco: a ingestão diária de cafeína deve ser limitada, não ultrapassando as 200mg/dia, o equivalente a dois cafés expresso. Relativamente ao consumo de álcool e tabaco, o seu consumo é TOTALMENTE desaconselhado na gravidez (e na lactação);
  • Respeitar a suplementação nutricional: recomenda-se a suplementação de Iodo, Ferro e Ácido Fólico nesta fase, no entanto, antes de a iniciar deverá receber uma avaliação por um profissional de saúde, de forma a validar a sua toma;
  • Manter as boas regras de segurança alimentar na gravidez: tenha especial atenção à higienização dos equipamentos e utensílios durante a preparação e confeção dos alimentos. Opte por consumir alimentos que estejam totalmente cozinhados, como é o caso da carne, ovos e peixe e faça uma lavagem mais prolongada em relação à fruta e aos hortícolas.

 

Se quer saber mais sobre a Alimentação na Gravidez, fique atento que brevemente iremos ter uma NOVIDADE para si!

Artigo escrito pela Nutricionista Patrícia Maio Rodrigues (3425NE)

Partilha este artigo:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Usamos cookies para oferecer a melhor experiência on-line. Ao concordar em aceitar o uso de cookies de acordo com nossa política de cookies.