9 Dicas para uma Páscoa Saudável

Sabemos que a Páscoa está a chegar quando, ao entrarmos num supermercado, damos de caras com coelhos de chocolate, ovos de chocolate de todas as cores, tamanhos e feitios e, claro, uma variedade imensa de amêndoas. E não são umas amêndoas quaisquer, são na sua maioria cobertas de chocolate de leite, branco ou amargo ou caramelizadas. A oferta é tanta que seria impossível enumerar aqui todas as variedades.  

 

Como esta época festiva gira em torno de chocolate, damos-lhe a conhecer melhor este alimento tão desejado e apreciado.

As sementes do cacau são fermentadas (este processo ajuda a reduzir a amargura do cacau) e posteriormente secas e torradas. A partir da casca é obtida a massa de cacau que depois de sofrer mais processamentos pode originar manteiga de cacau ou cacau em pó.

O chocolate negro é feito misturando massa de cacau, manteiga de cacau e açúcar; para o chocolate de leite é necessário juntar leite em pó aos ingredientes anteriores e para o fabrico de chocolate branco junta-se manteiga de cacau, açúcar e leite em pó (a cor deve-se a não ter massa de cacau).

O cacau tem alguns benefícios, como o seu teor em flavonoides, pelo que o chocolate negro é o que apresenta mais benefícios (por ter maior teor de cacau).

Apesar do cacau ser um fruto, o chocolate não é cacau! O chocolate é um alimento fonte de energia, açúcar e gordura.

 

Fonte de gordura são também as amêndoas (à semelhança de todos os frutos gordos). Apesar do seu elevado valor calórico, são interessantes do ponto de vista nutricional quando ao natural. Se lhe adicionarem açúcar, chocolate ou gorduras, perdem o interesse nutricional e aumenta o valor calórico. Consoante os ingredientes, o valor energético de 1 amêndoa pode variar de 8 a 39 kcal. O problema não está em comer 1, 2 ou 3 amêndoas, mas sim quando se come 1 pacote em apenas 1 dia, juntamente com outros excessos alimentares.

 

O convívio com familiares e amigos faz parte desta época festiva, assim como alguns pratos e sobremesas tradicionais dos quais não precisa de abdicar. No entanto, existem alguns cuidados que pode ter e algumas estratégias para ter uma Páscoa mais equilibrada.

 

Deixamos aqui alguns exemplos:

– Não comece a comer chocolates/amêndoas antes da Páscoa;

– Não compre em muita quantidade. Escolha o seu preferido e compre esse apenas;

– Comece o dia de Páscoa com um pequeno-almoço saudável (troque os ovos de chocolate por ovos de galinha);

– Inicie as refeições principais com sopa e preencha metade do seu prato com vegetais;

– Evite consumir bebidas alcoólicas e/ou refrigerantes (opte por águas aromatizadas);

– Utilize um prato mais pequeno para a sobremesa;

– Coma devagar para saborear bem e aproveitar o momento;

– Se sobrar folar ou outro bolo/sobremesa, congele ou ofereça a amigos/familiares;

– Faça atividades em família (uma caminhada ou passeio de bicicleta, por exemplo).

 

Desejamos uma Páscoa feliz, junto dos que gosta e desfrute do dia sem culpas.

 

Artigo escrito pela Nutricionista Mariana Guerra (3709NE)

Partilha este artigo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Para ficar na lista de espera basta preencher o formulário

Quero saber quando abre vaga!